Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Multitasking pica-miolos.

por PSI Frasquilho, em 22.01.15

Quero crer que colho mais simpatia do que malquerenças. Pois é, já pensavam que este blog não era mais que uma falsa partida: um primeiro post e nada. Para os poucochinhos (creio eu) que se regozijaram enganaram-se. Vou permanecer falante, ativa quanto ás misérias e excelências do TRABALHO. Oh, doce horror! 

Que sucedeu? Como já reconheci estou a léguas de manejar bem as tecnologias. Sou do tempo da sebenta, do lápis, da tabuada e do abaco. Depois do primeiro post nunca mais consegui entrar no blog. Tentei multivias, fiz senha, desfiz senha, perdi o Sapo, enfim... Hoje surgiu um milagre., fiz o mesmo que ontem e ...apareceu o blog e a pergunta Publicar?. Claro que sim, sr. Sapo, nem se pergunta. Aproveita-se a boleia.

Este é um caso corriqueiro nos dias de hoje:  saber fazer a sua tarefa mais 50000 que entretanto se sobrepuseram. A informática é apenas uma delas. Em suma, tudo ao mesmo tempo! É preciso ser multitarefeiro, multifacetado, multipotentemente motivado, multiatencioso...e acaba-se multipateta.

Depois de anos de endeusamento do multitasking (modernices) estudos neurocomportamentais concluiram que esta diminui a produtividade  em cerca de 40% e destrói o cérebro.

Trabalhadores bombardeados com diversas correntes de informação eletrónica sofrem perdas da capacidade de estar atento, de recordar a informação e emperram no momento de mudar duma tarefa para a outra. Os multitaskers usuais têm problemas na organização do seu pensamento,  em filtrar o que é realmente relevante e em priorizar, além de andarem sempre tensos.

Investigadores concluiram mesmo que ao fim dum tempo o nosso QI baixa, ou seja há uma deterioração intelectiva. Isso é só temporário, é cansaço dizem os defensores.

Mentira! Estudos recentes (University of  Sussex 2014) fizeram Ressonância Magnéticas Cerebrais a pessoas que executavam por norma 2 ou mais  tarefas simultaneas. Estas tinham menor densidade cerebral no cortex cingulado anterior- uma área responsável pela empatia e pelo controlo cognitivo e comportamental.

Nestes trabalhos de loucos já percebem porque anda tudo aparvalhado, egoísta  e descontrolado. Os pica miolos existem.

ALERTA! Riscos psicossociais no topo dos problemas de saúde ocupacional.

 

I

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:47


1 comentário

De Izabel Machado Baptista a 23.01.2015 às 11:55


Faz um post sobre o tal de "cortex cingulado anterior". É um cortex muito declinado, fiquei com medo dele....
Gostei com o medo na ponta dos dedos. Por isso te peço um desenho...

Comentar post



Na balança entre a tortura e o prazer, as perdas e os ganhos, a morte e a vida, eis uma análise coloquial . Os fatores psicossociais de risco à lupa da psiquiatria. Um SOS e uma partilha. Diga? Posso ajudar?

Mais sobre mim

foto do autor



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


Posts mais comentados



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D